Rebuliço - Cultura Coletiva

Nasce um Rebuliço. Cultural e Coletivo.

In Cultura Brasileira by Raphael Sanguinete4 Comments

Em 23 de outubro de 2013, 3 jovens cariocas tomaram uma decisão. Eles decidiram que queriam trabalhar produzindo projetos culturais no Rio de Janeiro e no Brasil. Uma decisão que a início eles pensavam que levaria a um caminho pouco tortuoso. Ledo engano, hehe.

E assim nasceu a Rebuliço.

Raphael Sanguinete (eu), João Suprani e Miguel Moura então começaram a se organizar e estruturar este embrião de produtora enquanto mantinham (mantêm) seus outros empregos.

A Rebuliço com Zé Maria Medeiros

Da esquerda para a direita: João Suprani, Miguel Moura, o entrevistado Zé Maria Medeiros e Raphael Sanguinete.

Agora, pouco mais de 1 ano depois, com muitas porradas já nas costas, e 3 projetos legais em andamento ( 🙂 ), faço a primeira postagem desta revista/blog para falar de nós mesmos, hehe.

A Rebuliço é uma Produtora/Coletivo Cultural que tem em sua essência a luta pela valorização da cultura brasileira através de sua disseminação por diferentes tipos de mídias e linguagens. A ajuda na criação de um mercado cultural forte e independente é a nossa principal meta. Buscamos através de novas linguagens dialogar com um público mais amplo, e assim aumentar o consumo da cultura brasileira.

  • A Rebuliço nasce da percepção que do jeito que está, não dá mais. Nasce para ajudar no fortalecimento de um mercado cultural que ande com as próprias pernas e não sobreviva apenas por máquinas de ar conhecidas como leis de incentivo. As leis devem existir, mas o mercado também precisa existir e se fortalecer!
  • A Rebuliço nasce porque quando paramos pra pensar, deve ter algo errado quando a produtificação da música, das artes e da cultura se torna mais importante do que identidade cultural de uma cidade e de um país.
  • A Rebuliço nasce porque as grandes gravadores se renderam praticamente exclusivamente ao Sertanejo Universitário e ao Gospel, guardando todos os espaços para estes, enquanto milhões de artistas independentes não tem lugar e não sabem como serem ouvidos.
  • A Rebuliço nasce porque o público não sabe ainda, que na verdade, vai adorar MPB e cinema de guerrilha. Quem não conhece algo, não vai gostar e ser consumidor deste algo. Simples assim. Precisamos criar público!
  • A Rebuliço nasce porque fazer da forma fácil tem muita gente fazendo. Queremos fazer da difícil e agregar gente pacaralho nessa mistura.
  • A Rebuliço nasce porque achamos que a cultura é um dos bens mais preciosos para qualquer ser humano.
  • A Rebuliço nasce para ajudar no resgate de identidades culturais perdidas ao mesmo tempo em que se criam novas.

A Rebuliço, antes subintitulada “Produção Cultural” virou Rebuliço – Cultura Coletiva, pois vimos que sozinhos não somos nada e que apenas agregando forças conseguiremos lutar por objetivos comuns.

A Rebuliço nasce pra que você também seja parte dela.

E aí, vamos fazer um rebuliço?

The following two tabs change content below.
Raphael Sanguinete é Administrador de Empresas e um dos idealizadores da Rebuliço - Cultura Coletiva. Até acharmos alguém melhor (o que não é nem um pouco difícil por sinal), faz bico de editor e principal escriba da Revista Rebuliço. As postagens na Revista Rebuliço são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente condizem com a visão do coletivo.

Latest posts by Raphael Sanguinete (see all)